quarta-feira, 27 de agosto de 2008

A dor do vazio

No dia em que você for embora eu acenderei vela e rezarei durante todo o dia..
Mais não é porque estas partindo que chorarei... chorarei pelo dia em que estas partindo.. o dia em que ela se foi...
Você vai embora... mas você volta.. e ela não... hoje ela é apenas lembrança..
uma lembrança do qual não consigo me libertar..
Lembro dela todos os dias, a cada musica, lugar, ou palavra.. não passa um dia se quer em que por ela, eu não derrame lagrimas...
Á pouco fará um ano em que eu me acordo todos os dias na esperança que tudo não se passe de um pesadelo...
Acordo na madrugada procurando ao meu lado aquilo que me aquecia... mais nada encontro... é só uma cama vazia...
O amor q eu tinha e ainda tenho por ela é fora do comum...
Amei aquele animal mais do que a um ser humano... que alias para mim.. ela é mais do que um simples ser vivo... ela é foi e sempre será a cachorra capaz de amar, perdoar e ser feliz sempre...
Não me envergonho de dizer isso... por que foi o que mais amei na vida e me orgulho disso...
E não tenho vergonha por ela ser uma cachorra... não me importo.. ela pra mim era o maior tesouro...
E ainda é.. porem não posso mais tocá-la enquanto acordada...
E isso me dói muito...



Autora: Erika Sales (Olinda 28/08/08)

2 comentários:

R{-_-}BerTa disse...

Erika...
Li,Puxa vida!!Nossa!!
São Suas palavras,É importante desabafar, soltar o que tem no mais intimo,os sentimentos.

Arrasouuu!!
smack ;)

disse...

Erika, adorei o seu post, assim como os outros.. continue escrevendo.
beijos
Carolzinha